FORMAÇÃO DE OFICIAIS PFBB

A formação de Oficiais terá lugar no Complexo Desportivo da Alta de Lisboa, dia 12 de Fevereiro.

O começo está programado para as 10h.
Os diversos temas abordados têm como objectivo a formação de pessoal, de modo a que possa existir o máximo de informação possível sobre a modalidade que é o Culturismo.
O curso é gratuito para um oficial, que já tenha equipa registada e paga.
No caso dos atletas individuais, basta pagarem a quota anual do presente ano.
Para pessoas não sócias da PFBB, o valor é de 40€.

É muito importante que os Oficiais das Equipas estejam presentes nesta formação; ao faltarem, será mais complicado registar uma Equipa e, posteriormente, terão de efectuar outro curso, desta vez, pago.

O NÚMERO DE VAGAS É LIMITADO. PARA GARANTIR O SEU LUGAR, POR FAVOR, PREENCHA O FORMULÁRIO O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL.

Contactável
Caso vá por uma equipa

OPEN IRON STORE

No dia 1 de Abril de 2017, realiza-se no Centro Cultural de Angra do Heroísmo nos Açores o 1º Open Nacional da Ilha Terceira.
O Open Iron Store, conta com todas as Modalidades IFBB, em categoria Open.
Os primeiros classificados das modalidades de Bikini Fitness, Men’s Physique e Culturismo, recebem como premio a oferta da inscrição no Diamond Cup de Portugal.
Vamos ainda ter como convidados especiais, os nosso Atletas Fábio Lopes e Elsa Pena.
inscrições já abertas: http://www.ifbb-portugal.com/arquivo/6625 

facebook do promotor: https://www.facebook.com/events/258458327924325/ 

Reflexão sobres o sistema de Equipas PFBB

As questões mais frequentes relacionadas com este tema são:

É necessário ter uma equipa para poder competir? Não.

Qual a utilidade de uma equipa? Identificar e reconhecer os que trabalham em grupos Organizados.

Se competir individualmente posso ser prejudicado? Não, os Juízes não têm forma de identificar cada Atleta em cima do palco

A decisão de registar as equipas, surgiu no congresso de 2016 a titulo experimental, a ideia seria por ordem no caos que se estava a criar devido ao rápido crescimento do número de Competidores e aparecimento de vários grupos intitulando-se de team. Foi então decidido que cada equipa disponibilizava pelo menos um Oficial para receber formação da PFBB, e assim puder colaborar na organização das competições, para além de organizar, informar e inscrever todos os seus Competidores, assim como zelar pelo bem estar físico e psicológico dos seus Atletas.

 Após o congresso e nos meses que antecederam os Campeonatos Regionais e Nacional, várias Equipas foram registadas. A PFBB, fez o que se tinha comprometido, organizou um Seminário de Arbitragem, os desenvolvimentos até aos Campeonatos regionais e Nacional foram razoavelmente positivos, dando a ideia que tínhamos encontrado uma solução organizativa interessante. Infelizmente após o Nacional de 2016, o que parecia uma boa ideia tornou-se um tormento. Em cada dia nasciam novas equipas com publicidades cada vez mais bombásticas muitas vezes ofertas de serviços que colidiam com a atual legislação Portuguesa, então passámos a receber queixas quase diárias de Atletas e até de entidades que se sentiam lesadas por atitudes ou ofertas das Equipas da PFBB. Por esse motivo retirámos da nossa página a listagem das equipas registadas. Tendo sido inclusive ponderada a possibilidades de terminar com o sistema de equipas.

Em 2017, apesar de não terminarmos com o sistema de equipas, por considerar que seria muito injusto para os que cumpriram e até se esforçaram para melhorar o inicialmente estipulado, fizemos alterações que restringem o registro de Equipas. A maioria dos Associados continuará a ser Individual. O Competidor individual sempre esteve em maioria e provavelmente continuará por vários anos, apesar disso não quer dizer que não possam existir equipas se isso for sinónimo de organização, com baze no conhecimento.

Quanto aos requisitos para constituir uma equipa, podemos dividir em duas partes: uma diz respeito aos requisitos exigidos por lei para desempenhar determinas fusões, neste caso vamos ser razoavelmente tolerantes para com as Equipas que já existem e demostrem vontade de se adaptar. A outra parte que diz respeito à organização e Oficial IFBB, vamos ter tolerância 0. Uma equipa sem organização não passa de um grupo de pessoas, com alguém a tentar promover o seu nome ou marca, para isso também criamos uma solução, mas não se chama equipa, neste caso os Atletas continuam a inscrever-se e a contactar-nos com individuais. É mais seguro e menos confuso no dia das Competições. Quanto ao Oficial não vamos aceitar em hipótese alguma Equipas sem terem pelo menos um elemento com conhecimento profundo das regras e organização das Competições.

Se alguém pensa que terminar com as Equipas seria solução para acabar com o relacionamento entre Atletas e Juízes, só pode ser muito limitado ou ingénuo, quanto melhor for conhecido o relacionamento pessoal ou profissional entre todos os intervenientes, mais fácil é evitar “jogo sujo”.

Em breve vou escrever um outro artigo dedicado à Arbitragem da IFBB, onde vou tentar explicar o quanto é difícil alguém adulterar os resultados, não quer dizer que não o tentem, só que normalmente são detetados muito rapidamente (grande parte das vezes retiram-se ”por não concordarem com algo”).

Participação de Atletas IFBB em outras Instituições

“IFBB Constituion – Article 19.4.7

Qualquer atleta ou Oficial que participe de uma competição ou evento não aprovado ou sancionado pela IFBB pode ser multado, suspenso ou expulso. O montante da coima, bem como o período de suspensão será decidido pela Comissão Disciplinar da IFBB, dentro do limite máximo estabelecido pelo Conselho Executivo. Uma vez que a suspensão tenha sido concluída, e antes de participar de um evento ou competição da IFBB, o atleta deve realizar o Controlo antidoping com custas suportadas por si. Em circunstâncias especiais, a Comissão Disciplinar da IFBB pode recomendar ao Conselho Executivo a expulsão do atleta ou do Oficial.”

Este é o artigo da IFBB que regulamenta a participação dos Atletas e Oficiais em outras instituições, este regulamento faz parte da constituição de IFBB, e vigora em todo o Mundo.

Embora seja difícil de dizer de quantos anos é a sanção, normalmente o que a IFBB aplica é 4 anos quando o Atletas compete em instituições internacionais concorrente e 1 ano em caso de competir em federações da família IFBB de outro Pais sem autorização.

Qualquer duvida estou ao dispor: vitor.reis@irbb-portugal.com

“IFBB Constituion – Article 19.4.7

Any athlete or official who participates in a competition or event not approved or sanctioned by the IFBB may be fined, suspended or expelled.

The amount of the fine as well as the suspension period will be decided by the IFBB Disciplinary Commission, within the maximum limit as established by the Executive Council.

Once the suspension has been completed, and before participating in an IFBB competition or event, the athlete must be drug tested at his or her own expense.

In special circumstances, the IFBB Disciplinare Comission may recomemend to the Executive Council the expulsion of the athlete’s or the official’s.”